Publicidade

Posts com a Tag vere

sábado, 17 de março de 2012 Superliga | 15:59

Mais um semifinalista e a volta de um favorito na Superliga

Compartilhe: Twitter

O sábado colocou mais um time na semifinal da Superliga feminina 2011/2012 e viu a volta de um favorito. Com mais um tie-break, o Vôlei Futuro venceu o Banana Boat/Praia Clube, fechou a sua série em 2 a 0 e avançou na competição. O time de Araçatuba encara Unilever ou Mackenzie/Cia do Terno, mas eu falo desta série daqui a pouco.

Jogando fora de casa, o Vôlei Futuro começou com a formação que eu mais gosto, com Ana Cristina no levantamento e Stacy Sykora como líbero. Porém, dessa vez a combinação não deu certo e o Praia Clube venceu os dois primeiros sets. A partir do terceiro set, com Vere no fundo e Ana Tiemi armando o time, o Vôlei Futuro reagiu e chegou a vencer o quarto set com facilidade. Depois, fechou a partida no tie-break, assim como no primeiro jogo da série. Vaga na semifinal garantida.

Unilever - Divulgação/CBV

Bloqueio da Unilever também funcinou diante do Mackenzie e marcou 13 pontos

Na outra série, o Unilever voltou a ser o que foi em quase toda a Superliga, assumiu o favoritismo e venceu o Mackenzie/Cia do Terno em pouco mais de uma hora. No primeiro jogo, o time mineiro entrou agressivo, pesou no saque e no ataque e surpreendeu com a vitória no tie-break. Neste sábado, a equipe não teve nem de perto a agressividade, deu 26 pontos de graça e perdeu por 3 setsa 0.

Leia mais sobre o jogo: Unilever vence Mackenzie e empata quartas de final

O Unilever começou na frente e só relaxou no terceiro set. E se na sexta-feira o Sollys/Nestlé teve um jogo parecido, como comentamos por aqui, e também perdeu o foco na terceira parcial, o time carioca logo se recuperou, buscou o marcador e liquidou o jogo em sets diretos. Depois de três derrotas seguidas, uma vitória com superioridade.

E o que salvou o terceiro set foram duas lindas defesas e três pontos decisivos de Mari. Pois é, a ponteira, que já foi tanto criticada durante o torneio por errar passes, não se intimidou. Apesar de ter sofrido com o tempo de bola de Venturini, acertou quando o time precisava no fundo e fez a sua parte. E um fato em comum. Aqui, como no outro jogo do dia, a inversão de 5-1 deu certo. Com Roberta e Ju Nogueira em quadra que o conjunto do Rio de Janeiro buscou seis pontos e virou o último set.

O jogo mostrou que se não entrar forte, não tem chance. Desta vez, o saque do Mackenzie não quebrou o passe carioca e Gabi não foi tão decisiva. Apesar de terem acordado no terceiro set, terem colocado pressão no bloqueio, não dá para vencer com 26 erros em três sets.

Deu Unilever, que é um time mais experiente, que soube reverter e empatar a série. Se continuar assim, as cariocas avançam às semifinais e encaram o Vôlei Futuro. No final, aqueles que eram os favoritos caminham para as semifinais.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,