Publicidade

Posts com a Tag taubaté

terça-feira, 27 de janeiro de 2015 Diversos, Superliga | 10:44

O que o Funvic Taubaté tem?

Compartilhe: Twitter
Divulgação/CBV

Funvic Taubaté é campeão da Copa Brasil

Tanto a versão feminina como a masculina da Copa Brasil tiveram campeões inéditos em 2015. A diferença foi que, para as mulheres, venceu um dos times mais tradicionais do País, o Pinheiros. E entre os homens, o título ficou com o reformulado Funvic Taubaté. O time do interior de São Paulo já disputou outras Superligas, mas nesta temporada veio com cara de equipe grande, cheia de estrelas, e, por enquanto, tem cumprido o seu papel.

O Taubaté desbancou o Sesi para faturar o título do Paulista. Agora, depois de ter passado pelo Sada Cruzeiro na semifinal, venceu o Brasil Kirin na decisão da Copa Brasil. Afina, o que essa equipe tem?

Detalhes da final: Taubaté vence Copa Brasil e garante vaga no Sul-Americano

Eles já chamavam a atenção no papel, com elenco formado pelos selecionáveis Sidão, Lipe, Felipe e Rapha. Ainda tem o experiente Dante em uma das pontas, o oposto Lorena e o central Maurício. Entretanto, juntar talentos nem sempre resolve tudo. Era preciso esperar e ver na prática se o time se encaixava. Bom, os resultados respondem se deu certo ou não… Além do Paulista e a Copa Brasil, o Taubaté é vice na Superliga. Até agora soma apenas quatro derrotas, para Sada Cruzeiro (duas vezes), Sesi e Minas.

As armas da equipe são saque e bloqueio. Como comentamos por aqui, Lipe é destaque. Ele é uma arma de saque para Bernardinho na seleção e tem repetido o desempenho no Taubaté. Tanto que é o melhor sacador da Superliga, com 34 aces até agora e aproveitamento de 15,04%. O time ainda é o líder nas estatísticas no saque e no bloqueio.

Equipe desfilou nesta terça (27) por Taubaté para comemorar o título na Copa Brasil

Equipe desfilou nesta terça (27) por Taubaté para comemorar o título na Copa Brasil

Na final da Copa Brasil, a equipe fez jus aos números. No primeiro set, com Lipe no saque, abriu 22 a 15. No segundo, de novo com o ponteiro no serviço, virou para 21 a 20 depois de três bloqueios. E, para completar, Lipe foi o maior pontuador, com 22 bolas no chão.

Ok, saque está garantido e isso já ajuda, e muito, a atuação do bloqueio. E na rede, se Lorena estiver em um dia inspirado, os ataques também vão bem. O oposto é velho conhecido por seu temperamento explosivo em quadra e às vezes se perde, mas é uma força e tanto para a equipe. E ainda podemos lembrar que o time passou parte da temporada desfalcado. Sidão começou lesionado e Rapha machucou o tornozelo na final do Paulista e perdeu o começo da Superliga.

Leia mais: Central Sidão comemora título e bom momento na cidade onde foi criado

Vale a pena cuidar da sua recepção ao enfrentar o Funvic Taubaté. E será que eles cumprem os objetivos da temporada? Segundo o técnico Cesar Douglas, as metas eram o título do Paulista, final da Copa Brasil e semifinal da Superliga. Dois já foram…

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015 Diversos, Superliga | 10:01

Troco da Superliga e um campeão diferente para a Copa Brasil

Compartilhe: Twitter
Lipe ataca para Taubaté na semifinal da Copa do Brasil diante do Cruzeiro

Lipe ataca para Taubaté na semifinal da Copa do Brasil diante do Cruzeiro

*atualizado

Estão definidos os finalistas da Copa Brasil masculina. Em casa, o Brasil Kirin passou pelo Minas T.C. por 3 sets a 1 e, na sequência, Taubaté Funvic passou pelo Sada Cruzeiro pelo placar. A segunda semifinal foi um troco da recente derrota dos paulistas na Superliga.

Na Superliga, no começo do mês, o Taubaté caminhava para vencer o Sada em casa. Entretanto, levou a virada dos mineiros e acabou derrotado por 3 a 2. Agora, venceu os dois primeiros sets por 26 a 24 e perdeu o terceiro por 25 a 17, mas voltou para liquidar a partida na parcial seguinte, com 25 a 23.

E jogo entre esses dois times é sinônimo de ótimos saques. Dessa vez, o serviço cruzeirense não funcionou muito bem. Já o Taubaté conta com jogadores como Lipe, que vem fazendo estragos com o saque potente, e Sidão. O central fez um ace no começo e outro no final do primeiro set, o levantador Rapha também fez o seu… E como sabemos, bom saque ajuda o bloqueio. Taubaté fechou os dois primeiros sets neste fundamento. E no quarto set, abriu cinco pontos no placar com saque, agora na passagem de Lorena.

Agora, a Copa Brasil terá um outro campeão, já que o Sada, dono do título ficou pelo caminho. Quem faturar o título garante vaga para o Sul-Americano, que será disputado em San Juan, na Argentina, entre os dias 9 e 15 de fevereiro.

P.s.: em tempo, o Taubaté venceu o Brasil Kirin na final por 3 sets a 0 no final de semana e ficou como o título! 

Autor: Tags: , , , , , , ,

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014 Superliga | 10:05

Uma surpresa atrás da outra na Superliga

Compartilhe: Twitter
Divulgação

Montes Claros surpreende Sesi e vence time paulista por 3 a 2

Desde o final de semana a Superliga, tanto a feminina quanto a masculina, teve resultados que podem ser considerados inesperados. No sábado passado o Sesi derrubou o último invicto, o Sada Cruzeiro. Na noite de quarta-feira, o mesmo time perdeu em casa por 3 sets a 2 para o Montes Claros. E os 3 a 0 entre as mulheres também foram surpreendentes nas últimas partidas.

O Sesi me parece um time que ainda não encontrou nesta Superliga. Marcos Pacheco conta com nomes importantes em quadra como Lucão, Lucarelli, Maurício, Serginho, Marcelinho, mas ainda tem altos e baixos na competição. Parecia que a situação iria mudar. “O time não tinha se ajustado e as peças não estavam encaixando”, comentou o treinador depois da vitória sobre o Sada em casa.

A partida poderia embalar o time paulista, mas aí outros mineiros estavam no caminho. O Montes Claros, que agora (infelizmente, porque nunca é bom ver um time ter que se reformular e cortar gente boa do elenco para se manter vivo e competindo) é muito diferente daquela equipe que chegou à final da Superliga com Lorena, Rodriguinho e companhia, venceu o Sesi.  O time de estrelas parou mais uma vez e soma cinco derrotas em doze jogos.

Leia mais: Montes Claros surpreende e derrota o Sesi em jogo com set de 66 pontos

Sesi venceu o Molico e assumiu a liderança na Superliga feminina

Sesi venceu o Molico e assumiu a liderança na Superliga feminina

Também na noite de quarta-feira, outro estrelado levou 3 sets a 2. O Taubaté, de Sidão, Dante, Lorena e mais, foi parado pelo Minas, de virada. E a equipe de Belo Horizonte apostou na juventude nesta Superliga e tem se dado bem, se mantendo na parte de cima da tabela.

Na Superliga feminina, os placares foram de 3 a 0. Fora de casa, o Rexona-Ades parou o Praia Clube e, também no ginásio dos rivais, o Sesi passou pelo Molico/Nestlé. Eram jogos entre os grandes da competição e por isso os resultados elásticos podem entrar nesse pacote de surpresas. E a pior ficou com o Praia. As meninas de Uberlândia já lideraram a tabela, mas amargam uma série de derrotas. Caíram diante do Pinheiros, quando perderam a invencibilidade, do Molico, do Sesi e do Rexona.

O bom é que a Superliga ainda reserva bons duelos. Faltou colocar os eternos rivais Rexona e Molico frente a frente. E que venham mais bons jogos para gente fechar o ano!

Autor: Tags: , , , , , , , ,

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 Superliga | 09:40

Briga na ponta da tabela do masculinos e os primeiros sets perdidos no feminino

Compartilhe: Twitter

Segunda-feira e, para começar a semana, vamos a um resuminho da Superliga nos últimos dias. O Sada Cruzeiro venceu bem o Brasil Kirin e segue líder e como o único invicto no torneio masculino. Mas a briga pelo segundo lugar está apertada e o Taubaté Funvic é agora o vice-líder. No feminino, Molico/Nestlé perdeu os primeiros sets, mas venceu o Pinheiros e ainda é o primeiro colocado.

Filipe e companheiros vibram na vitória do Sada Cruzeiro sobre o Brasil Kirin

Filipe e companheiros vibram na vitória do Sada Cruzeiro sobre o Brasil Kirin em casa 

Sada e Brasil Kirin tinha ares de final. Mas os mineiros liquidaram por 3 sets a 0, com 8 a 4 em bloqueios e 4 a 1 em pontos de saque na partida. E no terceiro set, o oposto Wallace levantou a torcida com defesas e uma bola recuperada na placa de publicidade. O susto da vitória só no tie-break diante do Minas depois de ter vencido os dois primeiros sets deve ter feito bem ao Sada Cruzeiro.

Quem se deu bem na rodada foi o Taubaté, que depois dos 3 a 0 sobre o São Bernardo, passou para a segunda colocação. A briga está acirrada. O Sada tem uma folga de três pontos na liderança, mas apenas um ponto separa Taubaté do time de Campinas.

Na Superliga feminina, na sexta-feira, o Molico Nestlé perdeu os seus primeiros sets. Depois de abrir 2 a 0, perdeu os sets seguintes em casa para o Pinheiros e só fechou no tie-break. Entretanto, não há tanto que se comemorar. Ok, uma vitória é sempre importante, mas entregar 33 pontos é demais. Tanto que jogadoras e o técnico Luizomar não saíram satisfeitos de quadra. Como Dani Lins comentou, o time de Osasco abria cinco ou seis pontos e ainda permitia a virada.

Já o Pinheiros fez o terceiro jogo com tie-break seguido e tem se mostrado uma equipe que, apesar de não contar com estrelas, pode dar trabalho na temporada. Foram apenas duas derrotas até aqui e os méritos de ter acabado com a invencibilidade do Praia Clube no começo da semana e, agora, ter arrancado os primeiros sets do Osasco.

 

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 28 de outubro de 2014 Superliga | 14:59

E lá vem a Superliga

Compartilhe: Twitter

Passou a eleições e, aos poucos, eu volto ao blog! E para recomeçar, vamos de Superliga? O torneio masculino começa nesta semana e tem time novo na briga com os grandes. E como toda temporada, tem perdas importantes também…

O RJX, que virou RJ Vôlei, não conseguiu se manter e Rio fica sem representantes na edição 2014/2015 da Superliga. Mas o estado de São Paulo tem um reforço o tanto. O Taubaté veio na temporada passada com Giba como cabeça do elenco, mas pouco fez. O ponteiro saiu no meio do torneio e foi para os Emirados Árabes antes de se aposentar e o time ficou em 10º na classificação geral. Agora, com uma lista de patrocinadores que lotam a camisa, a equipe está mais do que reforçada.

Leia mais: Ziober Maringá Vôlei recebe o São Bernardo na abertura da Superliga

Elenco do Taubaté comemora título do Paulista

Elenco do Taubaté comemora título do Paulista

Chegaram da seleção brasileira que foi prata no Campeonato Mundial o levantador Rapha, o central Sidão, o ponteiro Lipe e o líbero Felipe. Completam o elenco Dante, que dispensa comentários, e Lorena, um oposto e tanto com seu ataque de canhoto, apesar do temperamento forte. Ainda tem o central Maurício, que já foi destaque da Superliga, e Thiago Sens, que veio do time do Rio de Janeiro. E para começar bem a temporada, a equipe do interior faturou o Campeonato Paulista, batendo o Sesi na final. Com a vantagem de contar com quem está acostumado a jogar junto na seleção, o Taubaté é uma da promessas da temporada.

Entretanto, terá que esperar para contar com algumas estrelas. Rapha teve um estiramento de ligamento no tornozelo direito na decisão do Paulista e só deve voltar no final de novembro ou começo de dezembro. Já Sidão tve uma lesão muscular na panturrilha esquerda e também está fora. Volta um pouco antes do Rapha.

De volta aos clubes, outro que segue nas cabeças é o Sada/Cruzeiro. Enquanto o time paulista mudou quase que completamente, os mineiros seguem a linha “time que está ganhando não se mexe”. O Sada praticamente manteve o elenco que é o atual campeão nacional. Seguem William, Lipe, Leal e companhia, além de Éder e Isac. Para completar, chegou o ponteiro Winters, um dos melhores jogadores da seleção do Canadá. Pontos para o Sada, que mantém o projeto e seus jogadores há alguns anos.

De volta a São Paulo, o Sesi também continua na lista de destaques. A novidade é o experiente levantador Marcelinho, ex-seleção. E ainda estão no time Lucão, Lucarelli e o líbero Serginho. Murilo é outro nome, mas passou há pouco tempo por uma nova cirurgia no ombro. Vamos ver como ele volta dessa vez. Uma boa novidade é Rafael, um jovem oposto de 2,00m e que tem futuro.

Leia mais: Atual vice-campeão, Sesi-SP estreia contra o Montes Claros Vôlei

Ainda devemos incluir nessa lista o Brasil Kirin, de Campinas. Eles em agora ex-Sesis no elenco. Os levantadores são Sandro e Jotinha e o oposto é Wallace, que foi destaque em 2010/2011, quando o time da capital faturou a Superliga. A mistura pode dar certo.

A Superliga ainda segue com o tradicional Minas, que aposta em um time jovem e na volta do ex-técnico Cebola, agora como supervisor; Montes Claros, com o central Acácio mais uma vez; São José dos Campos, campeão da Superliga B e reforçado por Gelinski (levantador) e Kaio (oposto) ; o reformulado UFJF; o Canoas, que chegou aos playoffs e tem chances de dar trabalho com os veteranos Gustavo, Minuzzi e Jeffe, além das chegadas do argentino Quiroga, do central Thiago Barth e do oposto Jardel, que já de destacou no Minas e o Maringá, que continua encabeçado por Ricardinho. Ainda tem o Vôlei Sul, que entrou de última hora na vaga aberta pelo Volta Redonda.

É isso, que venha mais uma edição da Superliga! Depois eu volto com um texto sobre a Superliga feminina, que estreia no dia 7 de novembro. Bons jogos a todos

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 21 de novembro de 2013 Diversos, Superliga | 09:15

Ação e reação: Giba deixa o Taubaté e torcida solta o verbo

Compartilhe: Twitter

O Vôlei Funvic/Taubaté começou a temporada 2013/2014 com um grande nome no elenco. Giba, que tinha jogado na Argentina, havia acertado com o time e voltaria a atuar no Brasil. Entretanto, a ligação do ponteiro que fez história com a seleção brasileira com o novo clube acabou bem antes do esperado. A equipe do interior de São Paulo anunciou nesta quinta-feira que Giba não faz mais parte do elenco e que vai se mudar para os Emirados Árabes.

Siga também o Mundo do Vôlei no Twitter

Giba ficou apenas alguns meses com a camisa do Taubaté

Giba ficou apenas alguns meses com a camisa do Võlei Funvic/Taubaté

A reação foi imediata. Pouco depois de a notícia da saída do jogador ter sido divulgada, a torcida não poupou críticas ao atleta nas redes sociais. “Estava claro que Taubaté seria um trampolim. Esse homem estava desempregado, prestes a encerrar a sua carreira. Mercenário” foi apenas um dos comentários deixados na página do Taubaté no Facebook. “Sorte do Taubaté a saída do Giba já que ele não joga pelo menos vão economizar no salário que era gasto com ele”, disse outro no Twitter.

Todos sabem que Giba está em final de carreira. Na festa de abertura da Superliga 2013/2014, ele comentou com a imprensa que ficaria mais ou dois anos no máximo em quadra. Além disso, ele foi um excelente jogador e inovou com seus ataques rápidos na parceira com Ricardinho, mas não é mais o mesmo. Será que depois de toda a história a despedida vai acontecer tão longe de casa? Ele teve a atitude correta ao deixar o time brasileiro para aceitar a proposta dos Emirados? Vale mais o reconhecimento e apego aos torcedores ou um salário mais atraente?

Aí está também a íntegra do comunicado do Taubaté:

A diretoria do Vôlei FUNVIC/Taubaté informa que o jogador Gilberto Amauri Godoy Filho, Giba, não faz mais parte do elenco oficial da equipe.

O jogador pediu liberação para aceitar proposta do voleibol dos Emirados Árabes.

O contrato foi rescindido, conforme as cláusulas contratuais previstas. O jogador passará a defender sua nova equipe nas próximas semanas.

Autor: Tags: , , , ,