Publicidade

Posts com a Tag convocação

terça-feira, 28 de abril de 2015 Diversos, Seleção feminina | 06:00

Playboy, praia, Superliga e seleção: “Certeza que estou fazendo a coisa certa”, diz Mari Paraíba

Compartilhe: Twitter
Divulgação

Mari Paraíba se destacou pelo Minas na temporada 2014/2015 da Superliga

Essas palavrinhas aí no título resumem um pouco do que é Mari Paraíba. A ponteira já era conhecida de quem acompanhava o vôlei mais de perto e chegou à semifinal da Superliga 2011/2012 com o time do Minas. Depois, ganhou fama ao ser apontada como musa daquela edição da competição nacional e virar capa e recheio da Playboy. Em seguida, resolveu dar um tempo das quadras e se dedicar à carreira artística.

Relembre: Playboy divulga making of de Mari Paraíba

Musa, Mari Paraíba dá tempo no vôlei e revela até apoio do pai para ensaio nu

Depois de colher os frutos da revista, Mari quis voltar. Optou pela praia em 2013 e brincou com a sua volta ao esporte: “Eu tentei sair dele (do vôlei), mas ele não saiu de mim”, disse ao Ahe!, parceiro do iG. Mas a experiência durou pouco e no mesmo ano, Mari voltou ao seu habitat natural e fechou com Barueri para defender a Superliga.

Daí não saiu mais. Mudou de time e defendeu o Minas mais uma vez na temporada 2014/2015. Ela foi um dos destaques da equipe e se acostumou a dividir, por exemplo, o posto de maior pontuadora nas partidas com Jaqueline. O trabalho foi reconhecido e veio a primeira convocação. A partir desta semana, Mari Paraíba é uma atleta da seleção brasileira.

Em um papo exclusivo com o Mundo do Vôlei, a ponteira relembrou as diversas fases da carreira e falou sobre a convocação. Confira!

“Eu não sabia que seria convocada e nem cheguei a conversar com ninguém antes da lista. Eu fiquei muito feliz em ver meu nome lá. Foi a realização de um sonho”, disse a jogadora de 28 anos.

Ela também afirma que aprendeu um pouco em cada uma das fases, seja na vida de musa ou de jogadora. “Pude me conhecer melhor e saber o que queria em cada fase que me permiti passar. Hoje só tenho certeza que estou fazendo a coisa certa.  Há três anos (época da revista e que se afastou do esporte) eu tinha dúvidas e incertezas. Hoje eu me sinto um pouco mais madura e sei o que eu quero”, afirma.

Reprodução

Mari Paraíba na Playboy de junho de 2012

E a ponteira, claro, quer aproveitar a primeira convocação para uma seleção adulta, com calma. “Vou dar um passo de cada vez. Sonhar (com Olimpíadas) toda atleta sonha, mas primeiro vou aproveitar essa oportunidade”, comenta.

Entretanto, Mari sabe que fez fama na capa da revista masculina e que, além de jogadora, terá que lidar com a fama que conquistou com as fotos. “Ainda falam da revista, mas têm muito respeito. Isso já me incomodou mais e acho que hoje já sei lidar com esse assédio. Eu procuro mostrar o meu trabalho dentro de quadra para não acharem que sou só um rosto bonito”, fala.

A ponteira terá a chance de mostrar o seu trabalho agora na seleção. José Roberto Guimarães a convocou na semana passada e ela fará parte de um grupo que começa a se preparar para a temporada em Barueri, São Paulo. A seleção será dividida em dois grupos. Um irá aos Jogos Pan-Americanos de Toronto e outro participará do Grand Prix.

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 24 de abril de 2014 Seleção feminina | 12:41

Jaqueline tem lugar garantido, pelo menos na seleção

Compartilhe: Twitter

*atualizada

Jaqueline vive um momento complicado e não esconde isso de ninguém. Assim que ficou definido que o ranking para a próxima temporada limitaria a duas jogadoras de pontuação sete por equipe, a ponteira reclamou nas redes sociais. A jogadora segue com a pontuação máxima mesmo depois de um ano sem jogar por conta da gravidez de seu primeiro filho, Arthur, e se vê sem opções de clubes de ponta. Também não se vê saindo do Brasil, já que Murilo ainda tem um ano de contrato com o Sesi. No meio disso tudo, a boa notícia veio do técnico da seleção brasileira.

Reprodução/Instagram

Jaqueline posa com Arthur ainda recém-nascido e Murilo nas redes sociais

José Roberto Guimarães repete a fórmula que deu certo nos últimos ciclos olímpicos e deixa seu time, neste caso o Vôlei Amil, para se dedicar exclusivamente à seleção brasileira. E leva Jaqueline com ele. “Eu conto com a Jaqueline, sim. Posso dizer para vocês que ela vai ser uma das jogadoras convocadas para a seleção na nossa próxima lista. Ela já fez muito pela seleção. Então, acho que chegou a hora de a seleção ajudá-la”, disse o treinador em entrevista coletiva em Campinas na quarta-feira.

Leia mais: Amil confirma saída de Zé Roberto para ser treinador exclusivo da seleção feminina

Ele cumpriu o prometido e o nome da atleta estava na primeira lista de convocadas, divulgada nesta quinta-feira. Mais uma vez, Jaque foi para as redes sociais, dessa vez para agradecer. ” Obrigado a todos de coração pelo carinho que recebo diariamente. Estou muito feliz mesmo”, postou a atacante.

Zé Roberto está certo com essa convocação? Eu acho que sim. Como ele mesmo disse, Jaque já mostrou trabalho na seleção e costuma ajudar no passe e no ataque. E sabemos que passe geralmente é um ponto fraco da equipe nacional.

Também é um bom momento para ganhar ritmo mais uma vez. Jaque ficou muito tempo parada por causa do Arthur e vai precisar de um tempo para se readaptar, como qualquer atleta que se afasta do esporte. Sendo convocada logo de cara, na primeira lista, terá tempo para isso. E estamos ainda no meio do ciclo olímpico e no começo da temporada de seleção no ano do Mundial, este é o momento para testes. Ela vai ter a chance de continuar jogando e mostrar se pode ou não seguir no time. Além disso, agora é a hora da seleção. Quem sabe até a volta da Superliga e dos torneios de clubes, Jaqueline não se encaixe em algum time.

Autor: Tags: , ,