Publicidade

Posts com a Tag Bruno Zanuto

segunda-feira, 3 de março de 2014 Campeonato Italiano, Diversos | 15:35

Por uma camisa italiana

Compartilhe: Twitter

Bruno Zanuto é um brasileiro que virou italiano e que completa 31 anos nesta segunda-feira de carnaval. Depois de defender times como o Montes Claros e ou Campinas e até ser destaque na Superliga, desistiu de sonhar com a seleção brasileira e para desejar outra camisa. Depois de tirar cidadania italiana e se mudar para o país na Europa na temporada 2012/2013, ele pediu para a FIVB para se tornar jogador italiano e pode ser uma novidade na equipe de Mauro Berruto para a Liga Mundial. Será?

Nesta temporada ele defende o Exprívia Molfetta. O time é apenas o penúltimo na classificação, mas o atacante tem feito o seu papel e os números chamam a atenção. Ele ultrapassou a marca de dois mil pontos no Italiano e ainda está a 33 bolas no chão dos 2500 pontos em competições nacionais.

Não dá para saber o que se passa pela cabeça do técnico italiano, mas a torcida parece ter adotado Bruno Zanuto. O seu time fez uma promoção e começou a vender, em algumas partidas, imãs com as imagens dos jogadores. O imã de Zanuto se esgotaram na primeira partida no qual foram vendidos.

Imãs com as imagens de Bruno Zanuto e seu time na Itália

Imãs com as imagens de Bruno Zanuto e seu time na Itália

Em quadra, ele é um atacante de ponta alto (2,00m) e forte e já foi jogador de segurança por onde passou, como nos tempos de Medley/Campinas. Antes, já tinha defendido times como Minas, Banespa e outros aqui no Brasil. Agora, ele terá espaço na seleção italiana? A Liga Mundial vai nos dizer…

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 20 de maio de 2011 Diversos | 18:19

Vissotto na Itália, mudanças em Araçatuba e em Montes Claros

Compartilhe: Twitter

Mais uma sexta-feira e mais uma semana agitada para o mercado do vôlei. Nesta manhã, Leandro Vissotto cumpriu a sua promessa. Ele disse na quinta, no Twitter, que teria uma novidade nesta sexta. Voltou ao microblog e disse que havia assinado com o Cuneo, da Itália (leia mais sobre a transferência de Vissotto). Bom negócio?

Leandro Vissotto

Vissotto voltou ao Brasil no ano passado e jogou no Vôlei Futuro, mas não chegou a acordo para renovar

Vissotto conhece nem o vôlei italiano depois de ter jogado quatro temporadas lá antes da passagem pelo Vôlei Futuro (que acabou depois que ele e o time não chegaram a um acordo para a renovação). E o Cuneo fez uma boa campanha no último nacional, terminando em segundo lugar. Não é o super time do Trentino que ele jogava, mas é uma equipe que briga para vencer.

E é melhor ele se esforçar na temporada porque a concorrência pela vaga de oposto na seleção aumentou depois da ótima Superliga de Wallace no Sesi. Na Itália, ao menos, estará em um torneio de um nível excelente, apesar de um pouco diferente do Brasil. Lá os atletas apostam mais na força. Mas para um cara de 2,12m é até mais fácil jogar dessa maneira.

Ainda essa semana, o Vôlei Futuro feminino anunciou a contratação de Paulo Coco, que deixa o Pinheiros (saiba mais sobre a ida de Paulo Coco para Araçatuba). Apesar de não ter entendido algumas escolhas de Coco na Superliga, como a troca de líberos, eu acho que ele é técnico muito mais firme que o William.

Aqui na capital, o Pinheiros dá sinais de que será difícil seguir na próxima temporada. A assessoria do time afirmou que o clube tentava negociar com patrocinadores, mas o Mackenzie já tirou o seu apoio(veja como acabou a parceria Pinheiros e Mackenzie). E como sempre falo por aqui, é muito ruim ver qualquer equipe se fechando, perdendo patrocínio. O Pinheiros vinha de temporada com resultados que podem ser considerados bons, mas sem jogadoras como Fabíola, Ivna, Ju Costa, Karine perdeu a sua base e a identidade. O Sollys/Osasco foi ao maior beneficiado, pelo menos dentro de quadra.

Bruno Zanuto

Bruno Zanuto deixa o Montes Claros e é um grande reforço para o Medley/Campinas

No masculino, quem estava ameaçado e respirou foi o Montes Claros. A equipe comMas também fica a dúvida de quem restará no elenco para a temporada. O técnico Talmo já fechou com o novo time feminino do Sesi. E agora Bruno Zanuto, uma das melhores contratações de 2010/2011, assinou com o Medley/Campinas.

Com isso, a equipe de Campinas já está com um belo elenco. Vamos relembrar… Já contrataram o oposto Bob, o levantador Fidele, o meia Everaldo e renovou com nomes como André Heller, Gustavão e Lukianetz. Agora também em Zanuto e Aranha, ponteiro que estava no Pinheiros. Em suma, o time conta com atacantes de raça (Bob e Zanuto) e de força (Lukiantez). Os centrais equilibram altura (Gustavão) e experiência (Heller). Resta saber como Fidele, que ainda é um levantador novo, vai comandar todo mundo. Acho que o time começa a temporada com chances melhores do que no ano passado.

Para fechar, o RJX segue contratando. Os titulares já estão praticamente definidos e são eles: Marlon (levantador), Théo (oposto), Riad (central), que acabou se der campeão italiano com o Trentino, Dante (ponta), Felipe (ponta) e Lucão (central) e Allan (líbero). Agora também anunciaram Guilherme, levantador que estava no Londrina e Renan, ponta que era do Minas. Como já disse Gustavo, é um time que nasceu forte. Só espero que siga os caminhos do Pinheiros, que também nasceu grande, mas não se encontrou muito bem em quadra.

E vocês? Gostaram das novas mudanças do mercado? Deixem seus comentários!

Autor: Tags: , , , , , , , ,

sexta-feira, 25 de março de 2011 Superliga | 00:16

Clássico com cara de clássico

Compartilhe: Twitter
Vibração de Chupita na vitória suada do Minas

Vibração de Chupita na vitória suada do Minas

Vivo/Minas e BMG/Montes Claros fizeram o segundo jogo da noite e, dessa vez, o clássico mineiro teve cara de clássico. No primeiro jogo, o Minas venceu sendo arrasador no bloqueio e o Montes Claros foi mal e não foi aquele time vibrante que todos conhecem, mesmo jogando sem seu caldeirão. Nesta noite os bloqueios continuaram, mas todo mundo parecia bem mais empenhado. A responsabilidade da vitória, seja para fechar logo a série ou para tentar sobrevier, fez bem!

O jogo teve momentos bons do Montes Claros, momentos bons do Minas, recuperadas de bola, um bloqueio sensacional de Henrique em uma bola de cheque de Bruno Zanuto… Foi bom!

Mas o Minas poderia ter vencido com mais facilidade. Eles abriram diversas vezes no placar e não souberam sustentar a vantagem. E quando conseguiu, como na vitória do terceiro set, entrou apático na parcial seguinte. Já o Montes Claros foi grande, mostrou que também consegue bloquear, mas se perdeu ali no finalzinho (leia mais detalhes sobre a partida). Foi duro ver as lágrimas de Zanuto, o cara sempre vibrante e que puxa o time, com a derrota. Eles fizeram um bom jogo, mas perderam a série das quartas de final em casa, na terça-feira.

Agora, o duelo será Sesi x Vivo/Minas na semifinal. Confronto do time novato, que está na sua segunda temporada, com a tradição do tetracampeão nacional que tenta apagar a campanha bem abaixo do esperado da última temporada. Mais bons jogos nos esperam…

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 Superliga | 13:45

Cimed ou Cruzeiro? Líder é quem joga por último!

Compartilhe: Twitter

A quinta rodada do returno da Superliga masculina terminou na noite de terça-feira e teve mais uma disputa pela primeira colocação. Sada/Cruzeiro jogou primeiro, na noite de segunda, venceu o Santo André com dificuldade e pulou para a ponta. Depois, veio a Cimed e acabou com a festa. Eles bateram o Lupo/Náutico/Let´s por 3 a 1 e reassumiram a ponta (leia mais sobre a partida).

No momento, a equipe de Florianópolis vem fazendo atuações melhores que o Cruzeiro. Começou o returno com uma derrota merecida justamente para o Sada/Cruzeiro, já que jogou muito mal. Depois, embalou contra o Vivo/Minas e não perdeu mais.

Já os mineiros, como disse Bruno Zanuto, ainda não recuperaram o grande nível apresentado no primeiro turno da Superliga. “Vencemos mais uma vez, mas isso não significa que podemos nos acomodar”, disse o ponta após passar pelo Santo André (leia mais sobre a partida). Será que a derrota no clássico para o Vivo/Minas na rodada anterior ainda abala os jogadores? Mesmo com esses tropeços, continuo apostando na equipe, que tem um bom elenco para continuar dando trabalho, como já disse por aqui algumas vezes.

E tem gente que segue embalado na Superliga. Sesi e Pinheiros/Sky venceram mais uma vez (Volta Redonda e Álvares/Vitória, respectivamente) e seguem colados na tabela. Os dois têm 15 pontos, mas o Pinheiros está na terceira colocação no desempate.  A rodada ainda teve um clássico. Ulbra/São Caetano, mesmo sem Gilson, afastado por problemas de saúde, fez 3 a 2 no Vivo/Minas em casa.

E para você, quem está se dando bem nesta Superliga? Deixe a sua opinião!

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010 Superliga | 08:30

Sada/Cruzeiro é a nova potência nacional?

Compartilhe: Twitter

A equipe do Sada/Cruzeiro vem crescendo desde as últimas edições da Superliga. E parece que agora, os mineiros são uma potência. Na abertura do returno, eles venceram a tricampeã Cimed sem “respeitar” o adversário.

O Sada/Cruzeiro foi arrasador no ataque e no saque, acabando com a recepção dos catarinenses. Como Bruninho não soube se virar, forçou as jogadas e o ataque não saiu. Pode ser culpa do levantador, que disse que essa foi a sua pior atuação na equipe (leia mais).

Mas basta olhar os números da partida para ver a superioridade do Sada. Foram 40 pontos de ataque dos donos da casa contra apenas 25 da Cimed. Os mineiros até erraram bastante, mas estavam no lucro e, mesmo com alguns vacilos, dominaram o jogo e fizeram 3 a o (leia mais sobre a partida).

E dois jogadores merecem destaque. Bruno Zanuto está fazendo um ótimo torneio e é a garra em pessoa em quadra. Como ele vibra e chama o jogo! E o jovem Wallace veste a camisa do oposto literalmente e atropela o bloqueio adversário. Além disso, o entrosamento com o levantador Sandro é  muito bom. Serão eles que vão acabar com as finais da Superliga entre Cimed e Vivo/Minas?

E a rodada continua…

Ainda na abertura do returno, um resultado que pode ser considerado uma surpresa. O Sesi, que começou a Superliga embalado e aos poucos foi perdendo o poder de decisão, venceu Montes Claros/Funadem por 3 sets a 2 (leia mais sobre a partida). Será que o time de Giovane se reencontrou?

Para completar, vitórias para Vivo/Minas e Brasil Vôlei Clube, que passou pelo Pinheiros/Sky. Rodrigão, Marcelinho e companhia ainda não se acharam. Nem a volta de Giba resolveu. Eles deram 29 pontos de graça para o Brasil Vôlei, o que é muito para um jogo de três sets…

E você? O que achou do começou do segundo turno da Superliga masculina? Deixe o seu comentário!

Autor: Tags: , , , , , , , ,