Publicidade

Posts com a Tag amistoso

quinta-feira, 2 de setembro de 2010 Seleção masculina | 15:00

Castigo de Bernardinho na despedida para o Mundial

Compartilhe: Twitter

*atualizado dia 3/09, às 10h49

A seleção brasileira masculina tem, a partir desta sexta-feira, seus últimos jogos em casa antes do Campeonato Mundial. A equipe fará três amistosos contra a Polônia, em Curitiba, e o técnico Bernardinho terá que ficar de castigo no banco de reservas. O técnico, que não para quieto um minuto em treinos ou jogos, terá que ficar na cadeira de rodas pois se recupera de uma cirurgia no tornozelo, depois de ter rompido o tendão de Aquiles durante um treino da equipe.

Bernardinho circula de cadeira de rodas pelo centro de treinamento

Bernardinho circula de cadeira de rodas pelo centro de treinamento

Bernardinho tenta se recuperar para conseguir ficar em pé ao lado da quadra no Campeonato Mundial, que começa no dia 25 de setembro. “Fico em média de quatro a cinco horas por dia na quadra. Estamos tentando que, para o Mundial, eu já possa ficar de pé, sem as muletas”, afirma o treinador. Conseguem imaginar como deve estar sendo “fácil” para ele ficar na cadeira, de longe, o tempo todo?

Um dos jogadores da seleção já viu o técnico passar por esse castigo. Essa é a segunda vez que Bernardinho rompe o tendão de Aquiles. A primeira foi em 2006, com a lesão no tornozelo direito, e Thiago Alves estava chegando ao time nacional. “Coincidência ou não, em 2006 eu também estava com a seleção. Já sei como ele age assim. Lógico que não é a mesma coisa, mas mesmo sentado ele continua falando, gritando… Só que fica lá na cadeira de rodas”, disse o atacante.

Mesmo um pouco afastado, Bernardinho usará essas partidas contra a Polônia para testar os jogadores. Os rivais são fortes, altos e batem bem e o time terá um teste de alto nível. Todo mundo deve jogar e, depois desses amistosos, é que será divulgada a lista para o Mundial, na Itália.

Dos 16 jogadores que estão treinando com o time, dois serão cortados para o torneio. João Paulo Bravo, apesar de ótimo atacante, está em uma situação complicada. Ele é ponteiro e o Brasil já está “lotado” nesta posição com Murilo, Giba, Dante e Thiago Alves. Mas como Allan, o líbero reserva, está voltando de uma série de graves lesões e pode ficar de fora, Bravo pode ser aproveitado na posição, como nos amistosos na Polônia. Acho uma boa opção, como os leitores comentaram por aqui. Vamos esperar os testes e ver quem vai brigar pelo tricampeonato na Itália. A seleção embarca para a Europa no dia 15 de setembro e ainda enfrenta a Alemanha antes da estreia no Mundial, diante da Tunísia, no dia 25.

p.s.: Galera, finalmente terei um feriado para viajar! Tentarei acompanhar os jogos do Brasil e volto a postar na semana que vem! Enquanto isso, conto com vocês! Bom feriado!

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 18 de agosto de 2010 Seleção masculina | 20:42

A 300ª vitória de Bernardinho fica para depois…

Compartilhe: Twitter

Bernardinho segue com 299 vitórias no comando da seleção masculina. Nesta quarta, o time entrou em quadra contra a Polônia, na inauguração de um ginásio na casa do adversário, e foi derrotada por 3 sets a 2. Foi o segundo tropeço do time no ano (antes havia perdido apenas para a Holanda na Liga Mundial). A 300ª vitória do nosso técnico ficou para o final da semana….

No amistoso de hoje, o primeiro na preparação do time para o Campeonato, um susto logo no começo com 4 a 0 dos poloneses no placar. A seleção ainda reagiu com Dante no saque e Vissotto no ataque, mas perdeu o set. O resultado se repetiu na segunda parcial. O Brasil saiu na frente, mas levou a virada da Polônia, melhor em todos os fundamentos.

A seleção brasileira só se impôs no terceiro set, com direito a 8 a 1 no placar e a vitória fácil por 25 a 14. Consistente no ataque e na defesa, o Brasil também venceu o quarto set. Na decisão, chegou ao match point, mas acabou derrotada com parciais de 25/21, 25/18, 14/25, 17/25 e 19/17.

Pelo que li sobre o jogo, a seleção começou devagar e teve dificuldade diante dos altos poloneses. E também errou quando não poderia, como no finalzinho do tie-break. A folga pós-Liga Mundial fez os jogadores baixarem um pouco o ritmo, mas ainda dá tempo de recuperar. O que não pode é perder por causa dos próprios vacilos e de desatenção, como parece ter sido o caso nesta quarta-feira…

O Brasil segue na Polônia e disputa, a partir de sexta-feira, um torneio amistoso. Estreia contra a República Tcheca e, depois, enfrenta a Bulgária no sábado e a Polônia, no domingo. Bons testes para o time. Não conheço os tchecos, mas o búlgaros são potentes e fortes no ataque e  no bloqueio, como vimos na Liga Mundial e não é fácil ganhar deles. Já a Polônia mostrou hoje que tem potencial. E agora, quando sai a vitória número 300 do nosso técnico?

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 28 de setembro de 2009 Diversos | 09:34

Foi mais do que eu pensava!

Compartilhe: Twitter

Na semana passada fiz um post sobre o jogo amistoso entre Vivo/Minas e o Montes Claros Funadem, novo time de Minas Gerais. Segundo informações do site Planeta Vôlei, o último set do jogo havia acabado em 42 a 40 para o Vivo/Minas. Mas o placar foi mais do que isso.

Nosso leitor Geneci Junior estava no ginásio e fotografou o placar ao final da última parcial. A partida só terminou com 43 a 41 para o time de Belo Horizonte. Geneci ainda contou um pouco desse último set. “No início, o Minas colocou três pontos de vantagem, mas o Montes Claros FUNADEM reagiu e conseguiu virar o placar. A disputa ficou acirrada. O Montes Claros teve chance de fechar por várias vezes, mas foi o Minas quem venceu o set, em 43 x 41, liquidando a partida”, disse Geneci. “Foi uma emoção inexplicável”, completou.

Placar do jogo Vivo/Minas x Montes Claros Funadem - Geneci Junior

Placar do jogo Vivo/Minas x Montes Claros Funadem - Geneci Junior

Valeu pela ajuda, Geneci. Infelizmente eu não pude ver esse jogo, mas deve ter sido mesmo muito bom. E valeu também pelos comentários no post anterior, com lembranças muito boas de placares históricos! Patrícia Silva se lembrou de um Brasil x Canadá na Liga Mundial de 99 com 44 a 42 para a nossa seleção no segundo set e derrota por 3 a 2 no final. Márcio de Paula jogou uma partida na Liga Argentina de vôlei que foi até 43 a 41. E Carlos Valderrama apitou um jogo com o mesmo placar no juvenil masculino aqui em São Paulo.

E isso aí! Leitores fazendo o Mundo do Vôlei! E se você souber de mais algum placar histórico, deixe a sua mensagem!

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 25 de setembro de 2009 Seleção masculina | 09:22

Como jogar com seu ídolo? Em um amistoso!

Compartilhe: Twitter

A seleção brasileira masculina está em Minas Gerais para uma série de amistosos contra os Estados Unidos. Como Bernardinho escolheu um time ainda mais renovado que aquele campeão da Liga Mundial, as partidas parecem realizações de sonhos para alguns atletas. Eles estão jogando ao lado de seus ídolos!

Thiago Alves já tinha passado por isso na Liga Mundial, mas ganhou uma responsabilidade a mais no primeiro confronto contra os Estados Unidos. Ele ficou com o lugar de Giba, seu ídolo declarado. Na segunda partida, Maurício, além de ter feito a sua estreia na seleção principal, dividiu a quadra com Giba. Sonhos realizados e muito bem, por sinal, já que o Brasil venceu as duas partidas.  A primeira por 3 sets a 1 (veja como foi) e a segunda por 3 sets a 0 (veja como foi).

“É muito bom ter o meu ídolo por perto e me dando conselhos. Um elogio então, nem se fala”, afirmou Thiago Alves depois do primeiro jogo. Nas últimas Superligas, ele foi segurança no ataque e na defesa do Cimed e jogou bem a Liga Mundial. Tem mesmo grandes chances de herdar a vaga de Giba. Sem contar que atua com uma raça que dá gosto!

Já Maurício está começando com Bernardinho, mas já tem na bagagem o título de melhor jogador do Mundial Juvenil e elogios do ídolo. “É um jovem de cabeça boa e que, sem dúvida, irá estar muitas e muitas vezes na seleção brasileira”, apostou Giba.

Essa boa mescla de jogadores é resultado de duas grandes gerações do vôlei nacional. Enquanto os veteranos Giba, Rodrigão, Serginho e companhia ainda estão em forma, os novatos, que eram apenas admiradores desses caras, já estão aí e lutando pelo seu espaço! Agora é esperar para saber quem brilha mais, se é o ídolo ou a sua “cria”…

Quer acompanhar os jogos?

O Brasil segue os confrontos contra os Estados Unidos nesta sexta, às 19 horas, em Uberlândia. Todos os ingressos já estão esgotados, mas o VôleiBrasil.org, site de entretenimento da CBV, vai fazer um tempo real pelo Twitter (@voleibrasil). É uma boa alternativa para quem está longe e sem transmissão na televisão…

E o Mundo do Vôlei também começou a se aventurar pelo Twitter (@mundodovolei). Se você for ao jogo do Brasil, deixe a sua mensagem por lá, ou aqui nos comentários!

Autor: Tags: , , , , , , , ,

segunda-feira, 21 de setembro de 2009 Diversos | 12:43

Já viu algum jogo com vitória no 42 a 40?

Compartilhe: Twitter

Há tempos, desde o fim do limite de pontos, o placar de um jogo de vôlei por surpreender. Algumas vezes, os times brigam até os 30 pontos para decidir quem será o vencedor. Mas passar a margem dos 40 já é um exagero!

No amistoso entre Vivo/Minas e Montes Claros Funadem, disputado no domingo, todos esperam facilidade para a equipe de André Nascimento, Rafinha e companhia. E foi assim nos dois primeiros sets, com o Vivo/Minas fechando em 25/21 as duas parciais. Mas a última etapa da partida surpreendeu a todos. Depois de muito equilíbrio, o jogo só foi definido no 42 a 40 para o time de Belo Horizonte. Os novatos de Montes Claros deram trabalho! As informações são do site Planeta Vôlei.

E agora, um desafio. Você se lembra de alguma partida com mais de 40 pontos em um set? Em novembro de 2008, Trentino e Piacenza chegaram quase ao mesmo marcador do amistoso mineiro. Pelo Campeonato Italiano, o Trentino, time de Leandro Vissotto, venceu por 3 sets a 0, mas precisou de 40 a 38 no último set para liquidar o duelo! (Leia mais sobre esse jogo)

Do ginásio, eu vi um Brasil x Argentina no pré-olímpico que acabou com mais de 30 pontos. Foi dos jogos no qual eu mais sofri na arquibancada. A partida foi em São Caetano, na melhor fase da seleção argentina, que contava com Marcos Milinkovic virando todas as bolas e o levantador Webber comandando o time. O Brasil venceu e, depois, conseguiu o lugar nos Jogos Olímpicos de Sydney.

E você? Já assistiu a algum jogo assim? Lembra de outras partidas com mais de 40 pontos em um set? Deixe o seu comentário!

Autor: Tags: , , , ,