Publicidade

Arquivo de maio, 2011

quinta-feira, 5 de maio de 2011 Campeonato Italiano, Mais Europa | 21:22

Como foi ou como está a temporada dos brasileiros lá fora?

Compartilhe: Twitter

Neste ano, quase todos os atletas das seleções brasileiras jogaram por aqui. Mas teve gente que ganhou medalhas lá fora. E tem gente que ainda está na briga por um lugar no pódio. Por isso, o Mundo do Vôlei fez um pequeno balando de como foi e de como está a temporada de alguns dos nossos jogadores que estão na Itália, Turquia, Rússia…

Bruninho duela por final no Italiano

Bruno vibra na vitória do Modena em casa na Itália

Bruno vibra na vitória do Modena em casa na Itália

O levantador, que já renovou com a Cimed para a próxima temporada, fez um contrato de 45 dias com o Modena para jogar os playoffs do Campeonato Italiano e está vivo na competição. O seu time empatou a série semifinal contra o Trentino, time campeão europeu e mundial e que conta com o levantador brasileiro Rapha, nesta quinta-feira. Em casa, eles venceram por 3 sets a  1 e Bruninho foi apontado pela imprensa italiana como o melhor levantador do mundo. O playoffs será decidido apenas no domingo. Quem vencer, encara Macerata ou Cuneo, que também estão empatados em 2 a 2. Essas equipes não contam com brasileiros.

Marcelinho, outro levantador brasileiro, foi dispensado pelo Pinheiros/Sky em dezembro e fechou com o Treviso, mas caiu nas quartas de final do torneio nacional.

Finais na Rússia e na Turquia
Por lá os brasileiros também ainda disputam o ouro. Dante, com o Dinamo Moscou, faz a série final do Campeonato Russo contra o Zenit Kazan, comandado pelo campeão olímpico Ball, dos Estados Unidos. É mais um playoffs que ainda está empatado. O terceiro jogo será nesta sexta-feira. Depois, eles se enfrentam de novo no sábado e, se precisar, fazem o quinto e último confronto no dia 12. Já na Turquia, o Fenerbaçe, de Fofão e Zé Roberto Guimarães, disputa mais um título no feminino.

Quem já foi campeão

Trentino faturou o terceiro título consecutivo na Liga dos Campeões

Trentino faturou o terceiro título consecutivo na Liga dos Campeões

Desde o começo do ano, alguns brasileiros conquistaram títulos no exterior. O Trentino, de Rapha, teve um início de temporada arrasador. Depois de fechar o ano passado com o segundo título mundial, faturou o terceiro ouro na Liga dos Campeões da Europa, em março.

Ainda nos torneios europeus, Renatinha, que já passou pela seleção brasileira, foi campeã com o Chateau d’Ax Urbino na Copa CEV.

Na primeira temporada na Turquia, o ponta João Paulo Bravo, campeão mundial com o Brasil em 2010, foi campeão da Copa da Turquia com o Arkas Spor. Porém, no torneio nacional, ele ficou com a prata.

O brasileiro Fernando Maia caiu no Campeonato Português com o Castelo de Maia, mas faturou a Supertaça de Portugal.

Dessa vez não deu

Dínamo Moscou ficou com o bronze na Liga dos Campeões

Dínamo Moscou ficou com o bronze na Liga dos Campeões

Alguns desses brasileiros também subiram ao pódio em outros torneios, mas sem o ouro. Dante, com o Dínamo Moscou, fechou a Liga dos Campeões em terceiro lugar nesta temporada. No feminino, o bronze foi para o Fofão, Zé Roberto e o Fenerbahçe.

Marcelinho, além de ter se despedido mais cedo do Italiano, faturou o vice-campeonato com o Trentino na Copa CEV. Já Rodrigão, outro dispensado pelo Pinheiros/Sky em dezembro de 2010, teve que se contentar em chegar até às quartas no torneio europeu e até às semifinais no Campeonato Turco com o Ziraat Bankasi.

Ainda falando em times turcos, João Paulo Bravo levou mais uma medalha de prata com o Arkas Spor, na Euro Challenge Cup.

Agora, além da torcida por novos títulos, fica a expectativa para saber de alguns deles volta para o Brasil. Além de Bruninho, acertado com a Cimed, Rodrigão e Dante devem voltar, sim. O central está perto do Sesi e o ponteiro, do time de Eike Batista no Rio de Janeiro. Já Zé Roberto tem mais um ano de contrato com o Fenerbahçe e Fofão, apesar dos boatos, disse no Twitter que está feliz por lá. O jeito é esperar por aqui…

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 4 de maio de 2011 Superliga | 20:32

Dia de definição para "Fabis" no mercado do vôlei

Compartilhe: Twitter
Fabíola troca o Pinheiros pelo Sollys/Osasco

Fabíola troca o Pinheiros pelo Sollys/Osasco

Agora que acabaram os jogos da Superliga, o foco se volta para o mercado da bola. E a mais nova atleta a trocar de uniforme é Fabíola, levantadora da seleção brasileira. A jogadora deixou o Pinheiros/Mackenzie, passou o dia fazendo exames no Sollys/Osasco e assina o contrato nesta sexta-feira.

Fabíola foi procurada pela equipe vice-campeã da Superliga logo depois da decisão do torneio nacional.

Foi uma bela aquisição da equipe de Luizomar de Moura. Carol Albuquerque teve momentos bons e ruins nesta Superliga e não se acertou com suas ponteiras no jogo final. Ana Tiemi também pouco apareceu. Fabíola chega para ser a titular e deve fazer bem à equipe.

Resta saber quem fica no Sollys/Osasco. Especula-se que Jaqueline poderia assinar com uma nova equipe feminina do Sesi, assim como Dani Lins, do Unilever. Essa seria uma grande baixa. Mesmo não tendo a sua melhor atuação na decisão do último sábado, a ponteira dava estabilidade ao passe de Osasco. Vamos esperar os próximos capítulos dessas negociações…

Por enquanto, o que já sabemos é que a líbero Fabi segue no Rio de Janeiro. “A Fabi é a alma de nossa história, uma representante de destaque em todo o projeto do time”, resumiu Bernardinho. Também uma bela opção da equipe carioca (leia mais).

Aproveitando o assunto “Fabis”, no começo do mês a central Fabiana postou uma mensagem em seu Twitter em tom de despedida do Vôlei Futuro. “Obrigada a todos vocês que torceram por mim e pelo @vfuturo! Obrigada a Araçatuba que me recebeu de braços abertos. Tanto a diretoria, quanto a cidade. Terrinha boa, me senti em casa. Quanto ao futuro…..DEUS é quem sabe!”, escreveu. Será mais uma no Sesi?

No masculino, boas e más notícias para colocar o assunto mercado em dia (quem mandou ficar gripada, né?!?). O BMG ainda não confirmou o patrocínio ao Montes Claros e o time pode deixar o vôlei nacional. Ver uma equipe fechar é ruim, mas se essa equipe está na sua segunda temporada e jogando bem, é pior ainda! O Montes Claros perdeu toda a sua base para a temporada e, ainda assim, viu o entrosamento de Rodriguinho e Bruno Zanuto, por exemplo, e chegou até as quartas. A torcida já começou uma campanha para que o time siga na próxima temporada (veja o blog dos torcedores).

Já o Sada/Cruzeiro renovou com a base vice-campeã nacional e com o técnico Marcelo Mendez. Promessa de mais um conjunto forte para 2011/2012 (leia mais). E isso também é assunto da edição desta quarta do Terceiro Set, programa semanal em parceira com o site do Milton Neves. Quem quiser ouvir, clique no link.

P.s.: ainda estou me recuperando de uma forte gripe, por isso, estou um pouco ausente do blog… Mas tentarei acompanhar as novidades do mercado e escrevo por aqui quando tiver novas negociações concretizadas. E como perguntaram da Fofão no Minas, ainda não é nada certo. Ela disse no Twitter que está muito feliz no Fernabahce e que avisa qualquer novidade na sua página no microblog.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última