Publicidade

quinta-feira, 22 de julho de 2010 Seleção masculina | 00:12

Vitória feia, mas um 5º set para mostrar como se faz

Compartilhe: Twitter

O Brasil estreou na noite desta quarta-feira nas finais da Liga Mundial contra a Argentina, no jogo que seria o mais fácil dessa etapa por razões simples. A Argentina chegou até aqui sem nenhuma vitória, ficando com a vaga apenas por ser a anfitriã. O Brasil, mesmo com a renovação, é um time bem mais experiente que a Argentina e tem muito mais qualidade técnica. O Brasil teve apenas uma derrota na primeira fase e busca o seu nono título na Liga. Já a Argentina não tem uma medalha sequer na competição. O que poderíamos esperar desse jogo?

Quiroga explora o bloqueio brasileiro - Divulgação

Quiroga explora o bloqueio brasileiro - Divulgação

No começo, a seleção brasileira se impôs, venceu o primeiro set e começou o segundo com 4 a 0. Depois, o inesperado. O time argentino passou a virar mais e o Brasil, parece que sentindo o peso da estreia na fase final como favorito, parou. A equipe nacional se perdeu na defesa, com passes quebrados e bloqueios ineficientes. Na sequência, Bruninho não distribuiu bem. Para finalizar, os ataques estavam sem a potência necessária para pontuar.

Do outro lado, Pereyra, Quiroga e Conte, jovens da seleção argentina, viravam e pontuavam. Eles acertaram o jeito para bater, explorando a mão de fora do bloqueio, e chegaram perto de conseguir a primeira vitória. Até a torcida já estava cantando com o desempenho dos meninos de 20 e poucos anos em quadra para cima dos campeões. Eles só não cresceram mais na partida por causa dos erros de saques. Se o Brasil perdia um serviço, eles iam lá e também desperdiçavam. No final, os brasileiros foram melhores no fundamento, pois mesmo com erros, inclusive em sequência, conseguiram belos pontos em aces (sete no total no jogo).

O jogo voltou ao esperado no tie-break. Depois de perder o quarto set sem conseguir marcar nenhum ponto de bloqueio e sendo dominada quase todo o tempo, o Brasil colocou a cabeça no lugar e abriu vantagem logo de cara. Leandro Vissotto, que teve falhas em todo o jogo, passou a pontuar. Dante e Murilo foram acionados e viraram mais. E o saque voltou a entrar, com pancada de Dante e o serviço tático de Rodrigão. A seleção controlou o set e, como todo time, também errou, mas não se abalou. Jogou com a potência de ataque que sabe e finalmente venceu por 3 sets a 2 (25/17, 23/25, 25/20, 19/25 e 15/10). Foi um tie-break para mostrar como se faz, sem brilhantismo, mas sem chances de reação do adversário e com o time um pouco melhor.

Não foi a vitória que eu esperava, mas foi uma vitória que valeu dois pontos na tabela. Não gostei da distribuição de Bruninho, com alguns erros e pouco surpreendente. Lucão também foi pouco eficiente e Mário Jr perdeu bolas bobas na cobertura. Vissotto sofreou com o bloqueio e se achou no finalzinho. Enfim, os brasileiros não estavam em um bom dia, mas pelo menos se arrumaram e venceram.

Na noite desta quinta-feira tem mais. A seleção enfrenta a Sérvia às 21 horas. A partida será dura já que os europeus tem um estilo parecido com o brasileiro de jogar, usando velocidade, e estão bem no torneio. Que o nosso saque entre com mais regularidade e que o sistema defensivo melhore, afinal, com passe tudo deve ficar mais fácil…

Para completar a primeira rodada, a Rússia venceu a Itália por 3 sets a 2 (25/14, 22/25, 26/24, 23/25, 15/7) na abertura do grupo F. Os russos foram perfeitos e venceram o primeiro set, cometendo apenas dois erros na parcial. Depois,  foi a vez dos italianos dominarem. Nos sets seguintes, disputa ponto a ponto e uma vitória para cada lado. Já na quinta parcial, a Rússia voltou a jogar como no começo da partida e acabou com o jogo. Destaque para Muserskiy, um gigante na rede. Nesta quinta os russos encaram os cubanos, às 17h30.

E vocês? O que acharam da vitória do Brasil? O que esperar da partida contra a Sérvia? Deixem seus comentários!

Autor: Tags: , , , ,

12 comentários | Comentar

  1. 32 groskeek 04/06/2013 11:39

    Enjoy, affinity, esteem, tend not to link consumers as much as a well known hate for the purpose of a specific product. groskeek

  2. 31 grosfrance 02/06/2013 19:29

    Even though a friend or relative doesn‘w not adore you and the choice of want them to successfully,doesn‘p really mean they will get into‘big t love you effortlessly they have got. grosfrance

  3. 30 lunettes chanel 21/05/2013 12:34

    Perhaps Fin wants mankind to find a variety of bad everyday people prior to now business meeting the best one, to make sure once we in conclusion fulfill the individual, deal with know how to turn out to be happier. lunettes chanel

  4. 29 ruesoldes 20/05/2013 1:05

    The my brother is probably not be a, yet somehow a buddy are forever an important cousin. [url=http://ruesoldes.com/]ruesoldes[/url] ruesoldes

  5. 28 vitoria 03/10/2010 16:43

    ela e feia

  6. 27 João Ricardo 22/07/2010 18:12

    Pr. mim esta sempre sera a melhor seleção do mundo na modalidade… E sempre dançara conforme a musica..!

  7. 26 Renato 22/07/2010 17:49

    Realmente foi um sufoco. Mas vencemos bem, num tie break razoavelmente fácil. Esperamos um jogo mais solto hoje a noite contra a Sérvia. Entendo que não há nada desesperador. A seleção brasileira sabe enfrentar essas dificuldades e temos jogadores que honram a camisa. Dante ontem foi fundamental; Bruninho ainda não dá muita confiança, mas é o que temos. Murilo também foi bem, detona quando precisa. A Argentina sabia da superioridade e não tinha nada a perder, por isso arriscou muito no saque e nas jogadas rápidas. O Brasil errou porque perdeu muitos saques e sem eles o nosso jogo fica prejudicado. Pra frente Brasilllllllllll.

  8. 25 gaspar 22/07/2010 14:44

    Penso que o brasil está aquem daquela esquipe de dois anos atrás. Acredito que com o retorno do Serginho e, se possível, a volta também do levantardor Ricardinho, mais alguns ajustes, nossa seleção de volei voltara a ser uma grande equipe, quase imbatível. Agora, com o levantador filho do técnico, nós seremos, no máximo, um timinho bom, com alguma qualidade. porque, pelas mãos do levantador, cérebro do time, que passa todas as jogadas. Ele é fundamental .

  9. 24 dony moreira 22/07/2010 14:25

    Passado o nervosismo da estréia na fase final ,contra a Sérvia jogaremos melhor. Se não ganhamos no futebol ,vamos ser lider tambem no volei.

  10. 23 Ismael 22/07/2010 12:16

    Ufa mesmo, confesso que chegou a dar nervoso!!!

    Realmente concordo que quando os argentinos acertam a mão dão trabalho, mas são muito inferiores tecnicamente. Foi estréia e por isso esse jogo tem que ser visto como atipico.
    Somente uma coisa… EU NÃO AGUENTO MAIS O BRUNINHO, até quando teremos que ver os atacantes passando as bolas de graça para o outro lado. Ele foi explorado na mão de fora umas 99 milhões de vezes. Impreciso demais e péssima distribuição mais uma vez.
    Lucão não passa confiança em nenhum fundamento durante o jogo, não gosto do estilo de ataque, pois parece que fica dependente daquele tempo atrás o tempo todo, o saque é forte, porém não entra e parece que o tempo todo ficará na rede. Para um jogador que tem 2,09m eu acho que ele joga a bola baixa e tenta acelerar o movimento e acelerar não é o forte dele. O bloqueio dele é muito defasado, lento e tem a entrada de mãos sempre muito atrasada, o que permite o atacante sempre explora-lo ou então a bola entra junto ao corpo dele.
    Mário Jr. que já foi elogiado aqui por muitos ontem fez sua pior partida da liga, muito pior do que contra a Coréia. Aquele bola de toque que caiu na frente dele foi o cumulo, para um time de altissimo nível como o Brasil nenhuma bola desse tipo pode cair, ainda mais na frente do libero.
    Os saques flutuantes do Brasil pareciam saque de colegiais, na mão dos argentinos o tempo todo, esse tipo de saque além de tático precisa ser forçado na diagonal, assim como Vissotto fez contra a Bulgária que surtiu muito efeito.
    Hoje o jogo é mais complicado, mas a se a Sérvia jogar como jogou o primeira fase da liga o Brasil é muito favorito. Eles possuem ótimos meios, porém mostrou um passe muito defasado o que faz que fiquem dependentes do ótimo oposto Starovic, mas se o saque do Brasil for igual ao de ontem só irá facilitar a vida da seleção Sérvia.

    Sobre o jogo da Rússia contra a Itália eu esperava muito mais da seleção russa, a Itália apesar da tradição não esta entre as principais seleções do mundo. O levantador Vermilio, de tanta experiência acabou com o jogo no tie break se precipitando em bolas levantadas pelo meio fundo e acabou tirando a confiança da Itália.

    Cuba x Rússia é ao meu ver o jogo mais esperado até o momento e Brasil x Sérvia é um grande clássico, seria um Brasil x Alemanha no futebol!!!

  11. 22 Bruno 22/07/2010 10:04

    Ufa, foi um sufoco!
    Apesar da Argentina não ter ganho um jogo sequer, é uma equipe que, quando entra no jogo, é enjoada de vencer. Cuba é testemunha quando sofreu para ganhar uma das duas partidas em casa por 3×2 dos hermanos.
    Leandrão não jogou nada, mas nada mesmo. Mesmo com 2,12, o oposto não conseguiu concluir as jogadas como ele costuma fazer e isso pesa demais para uma equipe. Um jogador desse nível é preponderante para o desempenho num jogo difícil e isso definitivamente não aconteceu ontem.
    O bloqueio não foi eficiente. Talvez a entrada do Sidão desse uma melhorada nesse fundamento.
    As inversões também não funcionaram bem como no decorrer na competição. Marlon esteve muito aquém do seu desempenho, assim como Mário Jr que errou feio em algumas bolas.
    As nossas grandes válvulas de escape, mais uma vez, foram Murilo e Dante apesar de não terem jogado bem como de costume.
    De qualquer forma foi uma vitória e isso sempre conta positivamente. Porém hoje o “buraco é mais embaixo”. A Sérvia é uma equipe fantástica com um oposto de encher os olhos (Starovic) e um meio de rede fortíssimo no bloqueio (Podrascanin). Sorte nossa deles não contarem com Grbic e Miljkovic.

  12. 21 Aurelio Pinheiro 22/07/2010 7:37

    A seleção está ansiosa para conquistar a nona liga, isso provoca descontrole emocional,os deixando com responsabilidade de sair vitoriosos de partida, estou certo de que hoje, a seleção terá um desempnho melhor contra a sérvia, sabendo que será uma partida difícil, pois, a sérvia está com desejo de derrotar a seleção brasileira com força total.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.