Publicidade

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008 Sem categoria | 22:46

Zé Roberto cobra postura e veta "bumbum grande" na seleção

Compartilhe: Twitter

Quem está acostumado a ver o técnico José Roberto Guimarães calmo fora das quadras pode ter achado diferente a entrevista dele para a edição desta quarta do Jornal do Brasil. Ele adotou uma postura enérgica quanto a boa forma das atletas, garantiu que poucas têm lugar assegurado no time. Este é o técnico que a seleção feminina precisa para voltar ao pódio olímpico.

Depois de resultados ruins como o fracasso no Grand Prix do ano passado, o quarto lugar em Atenas, o vice no Mundial, o vice na Copa do Mundo, Zé Roberto virou comandante de verdade da seleção brasileira de vôlei. Nada de apenas elogiar os adversários. Perto dos Jogos de Pequim é a hora de montar um time com jogadoras com cabeça no lugar e em forma.

Segundo ele, quem não estiver “sarada” não terá vaga na equipe. “Fisicamente todas precisam estar 100%. Não quero nenhuma menina de bumbum grande na seleção. Quem tiver bumbum grande estará fora da lista. Serão apenas três meses de treinamento e todas precisam voar no aspecto físico”, disse o treinador ao JB.

Além disso, Zé Roberto só vai convocar quem for titular absoluta em suas equipes. Radical demais? Não, apenas coerente com a sua posição. Ele sabe que o Brasil não está em seu melhor momento no vôlei feminino, que sempre vai bem na fase classificatória e cai nas finais. A primeira coisa que ele deve exigir são atletas de alto nível em seu time. Quem quiser o seu lugar, é melhor batalhar e fechar a boca.

Zé Roberto também falou na entrevista que é preciso estar na seleção e se comportar como jogadora de seleção. E foi isso que tirou a Mari do time brasileiro. Ela não soube lidar com a pressão na semifinal em Atenas e ainda sofreu com a torcida exigindo bom rendimento no Pan-americano. Também fez corpo mole para a rotina de treinos e concentração. O melhor para o Brasil é que Zé selecione para Pequim quem não tem medo de treinar pesado e tem maturidade para vestir as cores do Brasil contra as melhores do mundo. Até agora, só Fofão, Jaqueline, Paula Pequeno e Walewska têm tais características e devem ir para a Olimpíada.

E a atacante Jaqueline é o melhor exemplo para o time. Após cumprir suspensão por doping, ela voltou à equipe, sabe atuar como ponta ou oposto e não desanimou em menhum momento. Jaque foi muito importante na prata do Brasil na Copa e é disso que a seleção precisa: jogadoras versáteis e também capazes de superarem os problemas e voltarem por cima.

A única coisa que a equipe nacional não pode fazer é se contentar em ficar fora das semifinais. Segundo Zé Roberto, isso não seria uma tragédia pelo alto nível das outras equipes. Para ele, Itália é a favorita, mas China, Cuba, Estados Unidos, Rússia, Sérvia e Polônia tem chances de trazer o ouro. O Brasil está também na briga. Mas entrar com o pensamento de que será difícil não ajuda em nada. Se ficar fora da briga por medalhas será feio sim para o Brasil, que tem voleibol, mas perde no psicológico para os outros. E o que esperar de uma Olimpíada senão dificuldade?

E você, leitor, o que acha da postura do Zé Roberto e do veto aos “bumbuns grandes”?

Autor: Tags:

40 comentários | Comentar

  1. 20 Geilson 08/02/2008 17:24

    imitando bernadinho!!!
    quer dá uma de técnico agora…
    depois que perdeu vários campeonatos importantes!!!

  2. 19 Cesar Augusto dos Sa 07/02/2008 22:46

    A única sequela talvez seja a perda de público masculino nas arquibancadas, no mais, é o homem que manda.

  3. 18 Fábio 07/02/2008 15:41

    Bom, não sei quem ele deve convocar para as olimpiadas, mas acho q essa postura é correta. Ele tem que pensar no que é bom para o time, para não acontecer mais essa palhaçada de sempre amarelar na final!!

  4. 17 Moises 07/02/2008 15:41

    Na verdade a seleção feminina nunca teve comando com o Zé Roberto, é preciso trocar o técnico ele ñ tem comando e ñ vai ser agora que ele terá.Quanto ao preparo físico das meninas isso é essencial, a seleção brasileira é gorda e fora de forma,já deveria estr treinando juntas para a olimpiadas se realmente existisse um cronograma para as olimpidas me faça um favor, não convoque a fofão por que ela é %!@$&@#fumo, na hora h treme…

  5. 16 Rogério 07/02/2008 15:41

    Muito fácil culpar a forma física das jogadoras, quando todos aqueles que entendem o mínimo de voleibol, sabem que as derrotas do Brasil foram consequência da falta de articulação da comissão técnica!! E na semi-final de Atenas, ao contrário do que disseram, não foi a mARI A RESPONSÁVEL, MAS SIM A FERNANDA VENTURINI, QUE VIVIA EM PÉ DE GUERRA COM O TREINADOR.

  6. 15 Fuma 07/02/2008 15:41

    Que decepção, mulher de bumbum grande é a melhor coisa do mundo.

  7. 14 marco antonio 07/02/2008 15:40

    Concordo com a atitude do técnico. Mesmo sabendo que o aspecto psicológico é o que mais tem pesado para a seleção feminina na reta final das competições, o condicionamento físico é peça fundamental para uma compteição como a olimpíada. Mas creio que um dos graves problema da equipe feminina, atuamente, é a falta de uma levantadora moderna. Hélia Fofão é uma excelente levantadora, mas falta-lhe altura, algo primordial no vôlei moderno. Acompanho a superliga feminina e at´existe levantadoras altas, mas em nível técnico irregular. E tem mais, nas finais da superliga vejo jogadoras de seleção, nível internacional, muito tenas em momentos decisivos. Com tamanha experiência e belos currículos isso deveria ser raro para tais jogadores, contudo o desequilíbrio ainda é agudo. É isso mesmo comissão técnica, trabalhar cedo o físico e o psicológico tb.

  8. 13 Tarcisio Lima Jr 07/02/2008 15:40

    Infelizmente Zé peca muito em momentos decisivos…ele se altera e passa “nervosismo” para as atletas também! Não faz substituições na hora certa, em fim…
    Creio que Mari deva voltar a seleção, concordo com ele quanto Fofão, Walewska, Paula pequeno além de Adenilza (meio do Osaco), Edna (meio do Brusque), Thaisa e Fabiana (meio Rexona), Carol, Fabíola ou Dani Lins (levantadoras), Nathália (ponta Osasco), Fabi ou Marcelinha (libero), Sheila e Mari (Scavollini)… Emfim deste universo de jogadoras estão a nata do vôlei feminino do Brasil. Entre essas a escolha é válida! Boa sorte Zé…paciência e perseverança ! E como ele disse: “Até qdo vamos ‘amarelar’´para as russas!”

  9. 12 Sara Leite Silva 07/02/2008 15:39

    Até que enfim o Zé Roberto decidiu tomar atitude de técnico e dar um “chega pra lá” nessas pipoqueiras!!!! Atletas tem que treinar duro mesmo e agüentar pressão, vamos ver se a partir de agora elas chegam a algum lugar, porque até agora só nadaram, nadaram e morreram na praia, e não me venham com essa conversa de prata que vale ouro, não!

  10. 11 Jake Chinaski 07/02/2008 15:38

    Caramba! E ninguém tinha se ligado nisso ainda? Tava na cara que o Zé se distraia na hora do jogo. Desgraçado!

  11. 10 Dalva Melo 07/02/2008 15:37

    Demorou! Esta era uma decisão que falta para criar uma seleção com garra… sempre achei que nossa equipe femina de volei não tinha porte físico de atleta de alto nível, falta precisão, sem contar a falta de controle emocional, o fator psicológico da nossa seleção irritante! Acho que o Zé Roberto tb precisava amadurecer como líder, e esta postura mostra o início deste amadurecimento e um basta nas derrotas! é isso aí esse time precisa de Mudanças radicais para dar conta de uma Olimpíada!

  12. 9 ZÉ POVÃO 07/02/2008 15:36

    Pô, esse técnico não é brasileiro, eu nunca vi brasileiro não gostar de mulher de bunda grande.
    Olha aí Zé Roberto, todas as jogadoras ki tiverem com a bunda grande e voce for cortar da seleção, pode mandar aki pra minha casa que eu escalo elas todo dia.

  13. 8 Renata Cassia 07/02/2008 15:36

    Acho que o Zé Roberto está certissimo, a seleção feminina de volei anda muito no salto alto. Nada nada e morre na praia precisamos de guerreiras que lutam para vestir a camisa da seleçao Brasileira de volei. E não ficar só se exibindo pras cameras de TV.

  14. 7 Sergio T. Marinho 07/02/2008 15:36

    Parem de discutir!!!!, duro mesmo é ouvir o RENATO MARKETEIRO, dizer que vai poupar o trio do pesadelo para as finais, na semana passada dizia ele que com mais alguns jogos estariam melhor entrosado, esse sujeito está enganando todo mundo, o FLUMINENSE é um time sem entrosamento nenhum, bem como ele nunca foi TÉCNICO, FOOOOOORA!!!!!!!

  15. 6 Luis Vogelei 07/02/2008 15:36

    zé roberto depois de vários anos sendo zé roberto cansou e quer ser
    bernardinho. a imagem q me passou sempre foi de um técnico condescendente, atribou a ele muito da suposta fragilidade emocional das jogadoras, sua postura aparentemente melhorou muito. sinceramente ele não me passa segurança, mas torço q dê certo.

  16. 5 luciano 07/02/2008 15:35

    demorou p tirar a Mari!!
    na verdade, nunca deveria estar na seleção. a face dela em Atenas demonstrava o quão nervosa estava.

  17. 4 PESCADOR DE ILUSÕES 07/02/2008 15:35

    Nossa, meu Deus me perdoe por eu gostar tanto de mulher do bumbum grande, quando eu morrer nem quero ir para o céu, obrigado meu Deus por ter feito a Mulher tão boa.

  18. 3 para Zé Roberto 07/02/2008 15:34

    Bumbum grande não é sinônimo de “fora de forma”! pelo jeito vc não sabe o q é uma pessoa estar nessas condições.. e outra coisa qdo vc conhecer meu bumbum.. aposto q muda de idéia…. cada uma q parece duas…

  19. 2 Valter 07/02/2008 15:34

    É como o caso do nosso destruido futebol. Se não forem com garra, com vontade , treino pesado e inteligencia ao assistir o jogo dos adversarios, pegando os pontos fracos deles, tanto vai fazer se ele selecionar apenas “tabuas” ou “gostosas”, etc.

  20. 1 Rafael 07/02/2008 15:34

    Digamos que hoje temos 16 nomes para uma lista de 12 que irão para as olimpiadas:Fofão, Carol Albuquerque, Fabíola, Fabi, Fabiana, Walewska, Thaisa, Carol Gataz, Paula Pequeno, Jaqueline, Sassá, Erika, Natália, Regiane, Mari e Sheilla. Dessa lista, provalmente as convocadas serão:Fofão, Fabíola, Fabi, Fabiana, Walewska, Thaisa, Paula Pequeno, Jaqueline, Sassa, Natália, Mari e Sheilla.Talves a Erica e a Carol possam beliscar as vagas da Natalia e Fabíola, respectivamente.Boa sorte as meninase à comissão tecnica.

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última
  5. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.