Publicidade

Arquivo de janeiro, 2007

quarta-feira, 31 de janeiro de 2007 Sem categoria | 14:28

Boas brigas marcam o turno da Superliga masculina

Compartilhe: Twitter

A Superliga masculina já conhece um campeão, pelo menos parcial. Após 15 rodadas e uma guerra particular com o Cimed, o Telemig Celular/Minas terminou o primeiro turno da fase classificatória como a única equipe invicta e com a liderança da tabela. Mas isso não significa descanso. O returno, segunda etapa dessa fase, começa nesta quinta e os times voltam para a quadra para lutarem pelos oito primeiros lugares e a chance de irem para as finais do torneio.

O Cimed fechou o ano de 2006 com a ponta da tabela, seguido pelos mineiros. Já na primeira rodada de 2007, no começo de janeiro, os comandados por Mauro Grasso venceram e tiraram a diferença de apenas um set e ficaram com a liderança da Superliga. Isso foi apenas a primeira briga do ano para saber quem seria o líder da competição.

Os dois times seguiram muito parelhos. Na oitava rodada, a equipe de Santa Catarina bateu o Barão Blumenau por 3 sets a 0 e recuperou a ponta. Porém, no jogo que fechou essa etapa, o Minas repetiu o placar contra o São Caetano/Tamoyo e assegurou a ponta. Apesar do resultado, o técnico Mauro Grasso cobrou seus jogadores e esperava um melhor desempenho em quadra. Segundo ele, faltou atitude e agressividade para os seus atletas. A nona rodada não teve muitas surpresas. Telemig Celular/Minas passou por 3 sets a 0 pelo Shop ABC/Santo André e o Cimed venceu o Vôlei Futuro também por 3 a 0.

A briga pela ponta esquentou na fase seguinte. A rodada já começou com uma surpresa. Logo na abertura, o Vôlei Futuro ganhou do Unisul/Nexxera em casa por 3 sets a 0. Para os jogadores de Araçatuba, a torcida ajudou a decidir a partida (veja como esses times estão na tabela abaixo). Os catarinenses tinham o fraco Lupo/Náutico pela frente. Com um saque forçado e uma boa atuação do ponteiro João Paulo, melhor do jogo, o Cimed venceu por 3 sets a 0. Os mineiros tinham uma tarefa um pouco mais complicada. O Santander/Banespa, complicou a partida, venceu um set, mas não teve tranqüilidade para agir nos momentos decisivos. Com isso, o Minas alcançou a vitória por 3 a 1. Entretanto, esse set perdido significou também a perda da liderança da tabela. No desempate pelo ponto avarage, o Cimed levou a melhor e recuperou o primeiro lugar.

Na 11ª rodada, a equipe de Mauro Grasso contava com dois problemas. O ponta Samuel, com torcicolo, e o meio-de-rede Alberto, com dores na virilha, não poderiam jogar. Apesar dos desfalques, o time se uniu e bateu o Fátima/UCS na casa do adversário por 3 sets a 0. O destaque foi o atacante Roberto Minuzzi, o maior pontuador, com 14 bolas no chão, e o melhor na posição até o momento. Já o atual campeão da Superliga Cimed pegou o Ingá/Álvares e também venceu, só que apenas por 3 sets a 1. Sendo assim, os mineiros voltaram a ficar com um set de vantagem na pontuação e recuperaram o primeiro lugar na tabela.

A sorte e o bom desempenho dos mineiros ajudou o time a segurar a ponta por mais duas rodadas. Se eles perdiam um set, como aconteceu contra o Unisul/Nexxera, o time de Renan Dal Zotto também perdia (no 3 a 1 em cima do Sada/Betim). As duas equipes seguiram invictas e colocadas nos primeiros lugares.

Chegou finalmente o dia do confronto direto. Na 14ª rodada, o Telemig Celular/Minas contou com o time titular, com a volta de Samuel e Alberto. Em casa, eles fizeram uma partida dura contra Cimed. Após 5 sets de grande rivalidade, os mineiros levaram a melhor e fecharam o jogo no tié-break (29/27, 21/25, 21/25, 25/22 e 19/17). Com isso, o Telemig fica como o único invicto da competição e com uma folga na liderança da competição.

A última rodada do turno não mudou a ponta da tabela. O Minas venceu o Sada/Betim por 3 a 1 e o Cimed passou pelo Unisul pelo mesmo placar. Pela excelente briga para ficar com a liderança dá para apostar que o título dessa Superliga deve ficar com uma das duas equipes. Elas não deram chances a nenhum adversário até agora e também aparecem bem nas estatísticas individuais. O Telemig Celular/Minas lidera o ataque, com Samuel (46,61% de aproveitamento), e a recepção, com Sérgio (63,75%). Além disso, o levantador Rafinha é o terceiro melhor no fundamento (40,06%). Já o Cimed domina o saque, com Filipe (17, 14%) na ponta e Eder (11,73) em segundo. Para completar, Bruninho é o segundo no levantamento (42,26%) e o argentino Marcos Milinkovic é o terceiro na defesa (27,66%). O caneco da Superliga 2006/2007 volta para Minas Gerais ou permanece em Santa Catarina? Dêem seus palpites!

Tem gente chegando por aí!

A equipe do Ulbra/Uptime começou o ano com a sétima colocação e mostrou que quer voltar a ser a melhor do país. Nesse começo de ano, o time de Canoas atropelou os adversários e conquistou quatro posições na tabela, aproximando-se dos líderes.

Em 2007, o Ulbra passou por Bento Vôlei (3 a 1), Fátima/UCS (3 a 2), Barão/Blumenau (3 a 1), Santander/Banespa (3 a 1), Shop ABC/Santo André (3 a 0), São Caetano/Tamoyo (3 a 0), Ingá/Álvares (3 a 0) e On Line/São Leopoldo (3 a 0). Com isso, alcançou 11 vitórias seguidas na Superliga e vai com moral elevado para o returno. Além disso, o líbero Alan já levou o troféu Viva Vôlei, dado ao melhor jogador em quadra, algumas vezes e tem a melhor defesa da competição. O time de Canoas também conta com o experiente japonês Yusuki Ishijima, que fez a sua estréia na 13ª rodada, na vitória contra o São Canetano. É melhor Teleming e Cimed abrirem os olhos.

No meio da tabela, a briga é por conta do quarto ao oitavo lugar, afinal, somente os oito primeiros colocados vão para a fase decisiva. Unisul, Fátima, Betim, Santo André e Vôlei Futuro estão firmes na disputa. Ao longo do turno, eles se intercalaram nas posições e sofrem para manter os outros times afastados. Grudado a zona de classificação está o Santander/Banespa, campeão na temporada 2004/2005. O time de São Bernardo chegou a ficar em terceiro lugar, mas caiu com os resultados ruins das últimas rodadas e luta pela recuperação. Para isso, falta firmeza nos momentos decisivos, já que algumas partidas até agora foram perdidas nos detalhes.

A situação está feia mesmo para Lupo/Náutico e Bento Vôlei, que amargam a lanterna da Superliga. As duas equipes conseguiram só duas vitórias em 14 partidas. Ainda falta metade da primeira fase, porém essas equipes precisam melhorar muito para subirem para a zona de classificação. Concentração, bom passe e um saque mais eficiente são fundamentais.

O returno da Superliga masculina, onde todos jogam contra todos mais uma vez, começa nesta quinta e na abertura, o líder Telemig Celular/Minas vai até Araraquara encarar o Lupo/Náutico, às 19h30 (horário de Brasília).

Classificação geral

1.Telemig Celular/Minas
2.Cimed
3.Ulbra/Uptime
4.Unisul/Nexxera
5.Fátima/UCS
6.Sada/Betim
7.Shop ABC/Santo André
8.Vôlei Futuro
9.Santander/Banespa
10.São Caetano/Tamoyo
11.On Line/São Leopoldo
12.Barão/Blumenau
13.Ingá/Álvares
14.Lupo/Náutico
15.Bento Vôlei

*Fotos: Marcos Milinkovic, do Cimed, ataca/Divulgação/CBV
Roberto Minuzzi, do Telemig Celular/Minas, comemora/Divulgação/CBV
Yusuki Ishijima, reforço do Ulbra/Uptime/Divulgação/CBV

Autor: Tags:

terça-feira, 9 de janeiro de 2007 Sem categoria | 17:01

Férias

Compartilhe: Twitter

Galera, depois de mais de um ano e meio de trabalho, estou em férias. Vou ficar longe de computador, internet e tudo mais até o final de janeiro.

Até lá!

Autor: Tags:

sexta-feira, 5 de janeiro de 2007 Sem categoria | 16:12

Final das festas, hora do trabalho

Compartilhe: Twitter

Após a folga para o Natal e o Ano Novo, as equipes que disputam a Superliga masculina de vôlei voltaram à quadra nesta quinta, pela sétima rodada da competição. Com a folga da atual campeã Cimed, a liderança da tabela mudou de dono.

O Telemig Celular/Minas, que havia entrado em “férias” uma rodada antes, começou 2007 com um saque forçado e não deu chances para o Ingá/Álvares. No primeiro set, o time de Álvares parecia complicaria o jogo, mas logo os mineiros impuseram o ritmo e levaram a partida por 3 sets a 0 e a liderança da competição. Agora, apenas Telemig e Cimed seguem invictos, com seis vitórias em seis jogos.

Em casa, a equipe do Santander/Banespa voltou para a Superliga inspirada e querendo apagar o começo ruim no torneio. Segundo o técnico Paulo Coco, foi o primeira partida em que o saque dos paulistas funcionou o tempo todo. O Banespa bateu o novato Vôlei Futuro por 3 sets a 0. A equipe de São Bernardo tem quatro vitórias em sete jogos, enquanto o Futuro já acumula cinco derrotas em sete confrontos.

A partida mais equilibrada dessa rodada foi entre o Shopping ABC/Santo André e o vice-laterna Lupo/Náutico. Após cinco sets suados, o ABC fez 3 a 2 e Pedrinho foi o destaque do jogo, com 30 pontos. Com o bom resultado, o time de Santo André assumiu a sexta colocação no campeonato.

O restante da rodada não trouxe muitas surpresas. O Unisul/Nexxera passou pelo Barão Blumenau por 3 a 0, o Sada/Betim venceu o São Caetano/Tamoyo também por 3 a 0, o Fátima/UCS segue bem na Superliga e bateu o Online/São Leopoldo por 3 a 0 e o Bento Vôlei parou diante do Ulbra/Uptime e perdeu por 3 sets a 1.

A Superliga masculina continua neste sábado e Sada/Betim x Ingá/Á/vares e Santander/Banespa x Lupo/Náutico abrem a oitava rodada às 17h (horário de Brasília). A Superliga feminina volta apenas no dia 10 de janeiro.

Até mais, Douglas!

No Mineirinho, o meio-de-rede Douglas comemorou a vitória do Telemig Celular/Minas e anunciou a aposentadoria das quadras. Aos 36 anos, o jogador deixa o voleibol com após um ano lutando contra problemas no joelho e pretende seguir novos rumos no esporte.

Em entrevista ao canal Sportv, Douglas contou que tomar essa decisão não foi simples. “Sempre me falavam que a despedida era difícil, mas eu não imaginava que seria tanto assim. Só pensava nisso e cheguei a ficar doente no último mês”, disse o atleta.

Na bagagem, Douglas leva a medalha de ouro nas Olimpíadas de Barcelona, o ouro na Liga Mundial de 1993 e da Copa dos Campeões em 1997. Além disso, o central foi bicampeão da Superliga pela Minas (2000/01 e 2001/02) e campeão da Superliga 2005/06 pelo Cimed.

Douglas quer voltar logo ao esporte. Ele pretende estudar e voltar às quadras, só que do banco de reservas, no comando de alguma equipe.

*Foto: Equipe do Unisul comemora a vitória sobre o Barão Blumenau/CBV*

Autor: Tags: